Na jornada encontramos nosso destino

 Em Artigos, Shemot

A expressão sh´mot se origina da palavra shem,que  significa nome, no sentido de identidade, posição, estabelecimento, direção, desígnio, insignia e constituição. Por isso, é importante entendermos que o tema central do livro de Êxodo é a constituição de um povo a partir de sua identidade primária: “Israel é meu primogênito” (Ex 4.22). Vemos que Deus revela seu Nome (Ex 3.14) para apontar que, por ser alguém que zela pela sua fama (Ez 39. 25), realizaria todas as coisas que estavam sendo comunicadas à Moisés, o qual, diante da grandiosidade do desafio proposto, questionou sobre a sua condição circunstancial expondo seus medos e limitações pessoais. Enquanto Moisés questiona a possibilidade, pois olha a partir de si, Yahweh reafirma seu compromisso em conduzi-lo em direção ao seu destino, pois o caminho e o pensamento do Eterno a respeito do papel que Mosheh assumiria naquele momento da história estavam relacionados ao seu Nome e ao propósito que estava sob o povo de Israel.

Em dias onde pessoas estão em busca da sua identidade, precisamos nos posicionar no lugar onde conhecemos o Nome do Eterno, para que a partir de como Ele nos vê, descubramos nossa parte naquilo que Ele está fazendo em nosso tempo.

Na ocasião da sentença de morte dos meninos hebreus, as águas do Nilo designadas por Faraó como instrumento de morte, conduziram um menino a um lugar onde encontrou sua identidade, sendo chamado pela filha de Faraó como “aquele que foi tirado”. Já na Montanha Horebe – lugar deserto-, também chamado de Sinai – lugar espinhoso -, o homem Moisés (Ex 3) descobre que o menino “que fora tirado” das águas tinha como destino ser “aquele que iria tirar” o povo do Egito, conduzindo-o pelo deserto, para que em Canaã, Israel fosse estabelecido como ministro governante de Deus na terra. Neste momento de iluminação, tudo o que envolvia a vida pessoal de Moisés, ganhou novo significado: seu instrumento de trabalhado se tornou um mecanismo de manifestação de poder e autoridade que havia recebido; o sangue derramado que o condenava pelo assassinato do egípcio (Ex 2), agora mediante a circuncisão de seu filho primogênito, se tornou uma expressão da relação pactual que condenou a morte de todos primogênitos do Egito. Enquanto sua fala pesada se tornaria um poderoso instrumento de comunicação (Ex 33.12-23), seu ímpeto diante da injustiça se transformou em reconhecimento de que toda justiça procede do Eterno.

O ponto prático que destacamos é que, em dias onde muitas pessoas estão em busca da sua identidade, precisamos nos posicionar no lugar onde conhecemos o Nome do Eterno, para que a partir de como Ele nos vê, descubramos nossa parte naquilo que Ele está fazendo em nosso tempo. Moisés foi exposto à morte para encontrar sua identidade e precisou da revelação de quem Deus era para encontrar seu destino. Acredito que esta é uma chave importante para nossos dias, conhecer Deus, entender a identidade e destino do seu povo, descobrir qual a nossa parte pessoal naquilo que Ele está fazendo coletivamente e ter posturas adequadas enquanto somos modelados pelo Eterno, pois Ele deseja ser tudo em todos a partir de um povo sacerdotal que sujeita todas as coisas a Yeshua (1Co 15.28).

  • Marcelo Souza
    Marcelo Souza Mentor & Adviser

    Marcelo Souza, natural de Curitiba, casado com Zélia Souza e pai da Júlia.  Founder da empresa Illumine Coaching coopera com o desenvolvimento de pessoas e empresas em todo o Brasil. A base de seu trabalho é a convergência à princípios que regulamentam tudo e que possibilitam o alcance de resultados excelentes, consistentes e sustentáveis. Sua metodologia de trabalho é voltada para o desenvolvimento da integralidade da vida, ampliação de competências, mobilização de mentalidade corporativa e consolidação de equipes de trabalho. Juntamente com sua esposa, integra a equipe da Missão Mobilização, organização voltada para desenvolvimento humano integral, mobilização cultural e edificação social, além de atuar no Conselho Deliberativo da Acridas – Associação Cristã de Assistência Social, organização não governamental de acolhimento institucional e familiar de crianças em situações de risco e que também atua no combate e prevenção da violência contra crianças e adolescentes .

Contate-nos

Não estamos por perto no momento. Mas você pode nos enviar um e-mail e vamos retornar o mais breve possível .

Not readable? Change text.