QUAL É A SUA CONDIÇÃO PARA SEGUI-LO?

 In Artigos

Cristo sempre foi muito objetivo em sua proposta: “Segue-me”. Todos os seus discípulos estavam envolvidos com algo. Eram pescadores, cobradores de impostos, militantes de movimentos de pressão, doutores, enfim, todos deixaram tudo imediatamente para segui-lo incondicionalmente. A pergunta é: Qual a sua condição? Existem duas maneiras de usarmos essa palavra, “condição” pode ser uma exigência, ou uma situação.

Segundo o relato de Lucas 9:57, Cristo estava no seu caminho quando alguém disse: “Te seguirei por onde for.” Uma declaração poderosa. Segui-lo é ser conduzido por Ele. Porém, aqui aparecem as condições para segui-lo. Cristo fala a esse homem sobre os covis das raposas e ninho das aves, e o fato de não ter onde reclinar a cabeça. Uma exigência básica de segurança, estrutura. A outro que colocou como condição primeiro sepultar seu Pai, e Ele o respondeu: “Deixa os mortos sepultar os mortos.” Deixe o que já está morto, envolva-se com o que está vivo. Aqui está falando de legado espiritual, da identidade, referencial paterno, benção de Deus. Outro disse: “Te seguirei Senhor, mas primeiro deixa-me despedir da minha família.” A família é uma condição comum diante do chamado para segui-lo. Mas a família, sua cultura, costumes e toda sua herança psíquica social não deve ser uma condição para seguir a Cristo. A melhor maneira de você abençoar sua família é não a colocar como condição para segui-lo.

 

EXIGÊNCIAS

Assim como estes homens, muitos colocam condições (exigências) para seguir a Cristo. Geralmente essas exigências que tem a ver com casa, pai e família. Geralmente colocamos condições para seguir quem amou incondicionalmente. Colocamos como condição (Exigência) que nossa condição (Situação) melhore para então decidirmos segui-lo. Então o tempo passa, nos tornamos pessoas exigentes vivendo a mesma situação medíocre de sempre. Nada muda. Tenho a impressão que sua condição pode mudar a partir do momento que abrir mão das suas exigências. Segui-lo incondicionalmente mudará sua condição. Tudo começa a se resolver a partir do momento que decidimos segui-lo de verdade, ser conduzido por Ele em tudo.

Lembre-se que Deus tem uma exigência: “Segue-me.” Desde Abraão, tem sido assim. Parece esse “segue-me” exige de nossas condições para segui-lo. A primeira segurança que Abraão teve que deixar é a primeira exigência que apresentamos como garantia para segui-lo. A terra, a segurança, a herança natural. Depois deixou sua parentela, sua herança cultura familiar. Por fim, deixou a casa do seu Pai, para receber um novo legado, uma herança espiritual. Um nome, uma terra e uma descendência. Abraão seguiu incondicionalmente para um lugar que Deus iria mostrar. Deus deu a Abraão tudo que o homem busca, uma terra, segurança e proteção, deu uma família de nações, deu um nome, uma benção, um legado espiritual. Deus não é contra, a casa, a família, e o Pai mas nada disso pode ser uma condição para segui-lo. Cristo tem apenas uma exigência. Não tenha exigência nenhuma. “Segue-me.” Segui-lo é ser conduzido por Ele a algo maior. Quando Deus tira de nós as condições (exigências) não significa que vai nos deixar em necessidade. Significa que está nos elevando a uma nova condição (Situação). A partir Dele, sua casa é o mundo, seu Pai é Deus e sua família são todos que fazem sua vontade. A partir do momento que decidimos segui-lo tudo se redimensiona.

 

FALTOU ALGUMA COISA?

Quando Cristo convoca seus apóstolos para sua primeira experiência de campo disse que não deveriam levar nada no caminho. Sem condições, sem exigências. Momentos antes de ser preso Cristo pergunta: “Faltou por ventura alguma coisa?” Disseram: “Nada.” Então, Cristo autorizou que levassem o que fosse preciso. Agora essas coisas não seriam uma condição para confiar nele. Lembra-se do Jovem Rico? A exigência de Cristo não foi para perder tudo, apenas investir no lugar certo. Está falando sobre tesouro no céu. Mas tinha uma condição para segui-lo. Cristo não respondeu a sua condição, ele não respondeu a condição de Cristo, por isso voltou na mesma situação. Não entendeu esse redimensionar de tudo. Então seus discípulos disseram: Deixamos tudo e te seguimos, e agora o que será de nós? Essa parece ser a grande pergunta. Cristo responde falando sobre a regeneração, restauração de todas as coisas, e como reinarão junto com Ele. Lembre-se: “Todo aquele que tiver deixado casas, ou irmãos, pais, filhos, ou campos, por causa do meu nome, receberá muitas vezes mais e herdará a vida eterna. Muitos primeiros serão últimos; e os últimos, primeiros”.

 

UM NOME, UMA BÊNÇÃO E UMA HERANÇA

Quando abrimos mão das nossas condições e respondemos a sua condição, somos conduzidos em tudo para uma nova condição nele. Sua casa, sua terra, seu campo será seu mundo. Seu Pai será Deus, te dará um nome, uma benção e uma herança espiritual e eterna. Sua família será a família de Deus, todos que fazem sua vontade. Lembre-se que Abraão deixou tudo para segui-lo, mas logo foi provado em tudo que deixou. Quando se deparou com a dificuldade da terra que deus o levou, logo procurou pela segurança do Egito, onde quase perdeu sua esposa e logo depois tem problemas com seu sobrinho Ló, trazido da casa do seu Pai. Podemos deixar tudo para segui-lo e diante das primeiras dificuldades estarmos diante dele exigindo que faça alguma coisa por causa de tudo que deixamos. Estamos nós colocando condições de novo. Lembre-se. Seremos colocados a prova naquilo que deixamos. Se realmente queremos viver uma nova condição, uma nova situação o melhor que temos a fazer e abandonar nossas condições para respondermos a sua única condição, que é “segue-me.”

Não espere as coisas se resolverem para segui-Lo. Siga-O e veja todas as coisas se resolverem…

  • Anderson Bomfim
    Anderson Bomfim Pastor

    Anderson Bomfim natural do Estado de São Paulo, casado com Andréa Bomfim, pais da Giovanna, Olívia e Pietra Bomfim, residentes colaboradores de um presbitério local na cidade de Curitiba-PR. Fundadores da Missão Mobilização e Co-fundadores do CEIFAR-MG (Centro integrado de Formação e aperfeiçoamento para a Restauração). Desde 1999 tem procurado servir mobilizando e aperfeiçoando através de escolas modulares, conferencias e discipulado, cooperando junto com outras expressões ministeriais sobre a palavra de serem um, atuando em várias localidades com o mesmo propósito de Reino

Contate-nos

Não estamos por perto no momento. Mas você pode nos enviar um e-mail e vamos retornar o mais breve possível .

Not readable? Change text.