Se Arrependam e Creiam

 In Artigos

O tempo está cumprido, e o Reino de Deus está próximo; arrependei-vos e crede no evangelho “(Marcos 1:15)”. A fé é exigente. Estamos sempre adquirimos novas informações bíblicas, mas a fé vai sempre exigir novas práticas (Mateus 21:32) Porque João veio a vós no caminho da justiça, e não o crestes, mas os publicanos e as meretrizes o creram; vós, porém, vendo isto, nem depois vos arrependestes para o crer. . A fé promove arrependimento (Marcos 1:15) E dizendo: O tempo está cumprido, e o reino de Deus está próximo. Arrependei-vos, e crede no evangelho. . Paulo fala sobre a porta da fé “(Atos 14:27)” . O acesso Reino tem a ver com fé e arrependimento. É a consciência da necessidade de voltar-se totalmente a Deus. Repara para unir. Arrependimento converte, tem poder de unir, por isso está associado com a confissão, original da palavra grega “homologar”, no sentido de validar pelo se tornar um com o Logos, o Verbo de Deus.

A base da queda original está no fato do homem “tendo conhecimento de Deus como Criador não o reconhece como Deus, nem lhe dá graças, trocou a glória de Deus. Inculcando- se por sábios, tornaram- se loucos (Romanos 1:20) Pois desde a criação do mundo os atributos invisíveis de Deus, seu eterno poder e sua natureza divina, têm sido vistos claramente, sendo compreendidos por meio das coisas criadas, de forma que tais homens são indesculpáveis; . Tornou-se autônomo, independente, sem forma e vazio em seus pensamentos, obscurecido de coração, amou mais as trevas do que a luz. Tornou-se uma extensão do caos. Perdeu sua razão de ser e existir. Trocou a glória de Deus (Romanos 1:21) porque, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe renderam graças, mas os seus pensamentos tornaram-se fúteis e o coração insensato deles obscureceu-se. . Glória tem a ver com a luz que circunda a revelação do Próprio Deus. Não se trata apenas de um atributo, mas algo que pertence só a Ele como expressão da sua excelência e divindade. Segundo Apocalipse 21:23 A cidade não precisa de sol nem de lua para brilharem sobre ela, pois a glória de Deus a ilumina, e o Cordeiro é a sua candeia. , a cidade de Deus “não precisa nem do sol, nem da lua, para lhe darem claridade, pois a glória de Deus a iluminou, e o Cordeiro é a sua lâmpada”. Nele está a vida e a luz (João 1:4) Nele estava a vida, e esta era a luz dos homens. , vimos a sua glória, como a do unigênito do Pai (João 1:13) os quais não nasceram por descendência natural, nem pela vontade da carne nem pela vontade de algum homem, mas nasceram de Deus. . Ele, que é o resplendor da glória e a expressão exata do seu Ser (Hebreus 1:3) O Filho é o resplendor da glória de Deus e a expressão exata do seu ser, sustentando todas as coisas por sua palavra poderosa. Depois de ter realizado a purificação dos pecados, ele se assentou à direita da Majestade nas alturas, .”Quem me vê a mim vê o Pai, o Pai, que permanece em mim, faz as suas obras” (João 14:9) .

O filho é o verbo de Deus, o meio pelo qual todas as coisas foram criadas (João 1:3) Todas as coisas foram feitas por intermédio dele; sem ele, nada do que existe teria sido feito. . Deus fez tudo através do seu Filho porque o verbo estava com Deus desde princípio. Logo o verbo era Deus (João 1:1) No princípio era aquele que é a Palavra. Ele estava com Deus e era Deus. . Chamamos isso de “Equação Glorificante“. O filho glorifica, expressa o Pai em tudo, porque está no Pai e o Pai faz todas as suas obras através Dele. Por isso, olhamos para Ele e vemos o Pai. O mandamento de Cristo é que vejam nossas obras e glorifiquem o Pai (Mateus 5:16) Assim brilhe a luz de vocês diante dos homens, para que vejam as suas boas obras e glorifiquem ao Pai de vocês, que está nos céus. . Porque o Pai é quem opera tudo em todos (1 Coríntios 10:33) Também eu procuro agradar a todos, de todas as formas. Porque não estou procurando o meu próprio bem, mas o bem de muitos, para que sejam salvos. .

O fato é que todos pecaram e carecem da Glória de Deus (Romanos 3:23) pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus, . Tudo que é trocado não temos mais. “Carecer” vem palavra grega “Hustereo”, podendo significar o falhar em alcançar o objetivo de ser participante, não chegar até o fim, voltar atrás, tornar-se inferior destituído em poder, influência e posição. Palavra relativa a esterilidade, incapacidade de reproduzir a vida de Deus. Se o homem não depende mais de Deus, não está Nele, não tem mais Glória, perdeu seu brilho. Quebrou o padrão da equação glorificante.

Em tudo que fazemos, sempre alguém será reconhecido, nós ou Ele. Precisamos nos arrepender pela falta de brilho e glória de Deus em tudo que fazemos. Arrependimento fala de percepção de propósito, tempo e operação.

Paulo tratando de assuntos práticos declara que “tudo o que não provém de fé é pecado” (Romanos 14:23) Mas aquele que tem dúvida é condenado se comer, porque não come com fé; e tudo o que não provém da fé é pecado. . Está falando de coisas práticas como beber e comer. 1 Coríntios 10:31 diz: “Portanto, quer comais, quer bebais ou façais outra coisa qualquer, fazei tudo para a glória de Deus“. Trata-se de Glorificar a Deus e lhe dar graças sempre por todas as coisas. Ver Deus em tudo. Confiar “Nele” para tudo, para que Ele volte a ser reconhecido em tudo. O que não procede de fidelidade, confiança, dependência “Dele” e fidelidade a ELE é Pecado. Não importa se parece bom, se não foi resultado da nossa confiança, se não foi feito para Ele, se não promove reconhecimento “Dele”, não é Dele. A fé é glorificante, promove louvor a Ele. A fé nos faz ser existir para o louvor da sua Glória (Efésios 1) Com o fim de sermos para louvor da sua glória, nós os que primeiro esperamos em Cristo; . Lembre-se: “Porque Dele, por Ele e para Ele são todas as coisas, assim a Ele pertence a glória, o reconhecimento por tudo para sempre” (Romanos 11:36).  Aquilo que não depende DELE, não é feito NELE e para ELE não pertence a ELE.

Paulo ensina que: “Se alguém fala, fale de acordo com as palavras de Deus; se alguém serve, faça-o na força que Deus supre, para que, em todas as coisas, seja Deus glorificado, por meio de Jesus Cristo, a quem pertence a glória e o domínio pelos séculos dos séculos. Amém!” (1 Pedro 4:11) Se alguém fala, faça-o como quem transmite a palavra de Deus. Se alguém serve, faça-o com a força que Deus provê, de forma que em todas as coisas Deus seja glorificado mediante Jesus Cristo, a quem sejam a glória e o poder para todo o sempre. Amém. . Em tudo que fazemos, sempre alguém será reconhecido, nós ou Ele. Precisamos nos arrepender pela falta de brilho e glória de Deus em tudo que fazemos. Arrependimento fala de percepção de propósito, tempo e operação.

Arrependimento é adquirir consciência e ter atitude para trocar de posição. Esse arrependimento proporciona remissão, o cancelar pecados, apagar, remover e destruir seu legado passado, trazendo refrigério da presença de Deus, restabelecendo o efeito do calor dentro, restaurando o espírito (Atos 3:19-21) Arrependam-se, pois, e voltem-se para Deus, para que os seus pecados sejam cancelados, para que venham tempos de descanso da parte do Senhor, e ele mande o Cristo, o qual lhes foi designado, Jesus. É necessário que ele permaneça no céu até que chegue o tempo em que Deus restaurará todas as coisas, como falou há muito tempo, por meio dos seus santos profetas . Essa obra desperta-nos para fruto de arrependimento, para encontrarmos “Nel” vitalidade espiritual, evidenciar sua obra dentro de nós por meio de testemunho (Mateus 3:8) Deem fruto que mostre o arrependimento! .

Arrependimento tem a ver com manter continuamente viva a consciência de propósito, modo e operação, voltarmos continuamente para Ele, vivermos o calor da sua presença e termos fé para nos unirmos ao que está fazendo nesses últimos dias.

Não podemos mais uma vez repetirmos o paradigma dos dias de Eli, que deixou como legado do seu serviço sacerdotal um neto chamado “Ecabode“, que significa “Foi-se a Glória de Deus (1 Samuel 2:26) E o menino Samuel continuava a crescer, sendo cada vez mais estimado pelo Senhor e pelo povo. . Não podemos mais gerar realizações sem brilho, sem Glória, sem o reconhecimento de que somente Deus poderia fazer isso. Não podemos mais nos contorcemos em dores de parto e darmos a luz apenas vento, não trazer nenhum livramento a terra, nenhuma expressão relevante de Deus (Isaias 26:18) Nós engravidamos e nos contorcemos de dor, mas demos à luz o vento. Não trouxemos salvação à terra; não demos à luz os habitantes do mundo. . Vamos nos arrepender e crer. Arrependimento tem a ver com manter continuamente viva a consciência de propósito, modo e operação, voltarmos continuamente para Ele, vivermos o calor da sua presença e termos fé para nos unirmos ao que está fazendo nesses últimos dias.  Sejamos filhos da luz, não apenas pregadores, mas homens que glorificam a Deus em tudo comunicando virtudes, como bondade, justiça e verdade. A luz não tem voz, simplesmente se manifesta. Se crermos veremos a Glória de Deus (João 11:39) Tirem a pedra, disse ele. Disse Marta, irmã do morto: Senhor, ele já cheira mal, pois já faz quatro dias. . Prosseguimos…

  • Anderson Bomfim
    Anderson Bomfim Pastor

    Anderson Bomfim natural do Estado de São Paulo, casado com Andréa Bomfim, pais da Giovanna, Olívia e Pietra Bomfim, residentes colaboradores de um presbitério local na cidade de Curitiba-PR. Fundadores da Missão Mobilização e Co-fundadores do CEIFAR-MG (Centro integrado de Formação e aperfeiçoamento para a Restauração). Desde 1999 tem procurado servir mobilizando e aperfeiçoando através de escolas modulares, conferencias e discipulado, cooperando junto com outras expressões ministeriais sobre a palavra de serem um, atuando em várias localidades com o mesmo propósito de Reino

Contate-nos

Não estamos por perto no momento. Mas você pode nos enviar um e-mail e vamos retornar o mais breve possível .

Not readable? Change text.