Visão e Sabedoria

 In Miketz

Mais uma vez estamos diante de uma historia bem conhecida. Duas mulheres se apresentam diante de Salomão reivindicando ser a verdadeira mãe de uma criança. Salomão após refletir pede uma espada e ordena cortar a criança ao meio e dar uma parte pra cada uma. Uma das mulheres se comove e abre mão do direito sobre a criança pra que ela viva enquanto a outra diz: “Se não posso ficar com ele, você também não ficará. Pode cortar o bebê!”. Quando estamos amargurados pela perda não conseguimos mais ter compaixão, perdemo-nos na dor e ficamos insensíveis a dor do “próximo” porque na nossa dor nos distanciamos dos outros e de nós mesmos. Nesse lugar estamos cegos, olhando apenas para dentro, nosso senso de justiça está contaminado e achamos justo aquilo que não é. A sabedoria proveniente do eterno lança luz a esse estado de queda e evidencia como realmente estamos.

 

I Reis 3:15-4:1 – A Sabedoria de Salomão

Nossas emoções são complexas principalmente quando estamos no privado, em lugares que nossa alma sente-se segura para manifestar sua real natureza. Andar na luz é um desafio constante porque seremos denunciados dentro de nossa própria casa. Muitas vezes nesse processo temos a sensação de estar na frente de um espelho como o retrato de “Dorian Gray” que revelava além da aparência mostrando como realmente estamos. Isso choca, mas transforma. Ser consciente do meu estado real muda minha perspectiva e me aproxima da cura. A sabedoria proveniente do eterno que Salomão havia recebido tinha esse poder, mais do que mera adivinhação era uma leitura precisa seguida de uma ação que desencadeava uma reação que trazia a luz sobre a alma em mais profundas trevas. Israel soube então que estava diante de um homem de visão.

José e Salomão tinham isso em comum, ambos eram homens de visão. Em Eclesiastes 2:14 diz que “o sábio tem olhos na cabeça”, ele compreende e prepara para o futuro. A Haftarah começa com: “E percebeu que era um sonho…então levantou-se e foi para Jerusalém para sacrificar…” e termina dizendo : “E o Rei Salomão começou bem o seu reinado sobre Israel!” Ambos, José e Salomão dependiam do eterno para alcançar sucesso dentro do propósito no qual foram designados. Assim como vimos na porção de Gênesis José repetidas vezes confessando: “Não está em mim fazer todas essas coisas, mas em Deus.” O caminho de José para ser empoderado estava em sua incrível capacidade de interpretar sonhos e com isso saber como enfrentar as crises futuras não só no Egito mas para o mundo da época. A nossa capacidade de ver determinará a influência que teremos no mundo. Visão com sabedoria pode lançar luz a um mundo de pessoas em trevas e trazê-las de volta a Luz do eterno. Minha oração é que os olhos do nosso coração e entendimento sejam abertos nesse novo tempo!

  • Marlon Brito
    Marlon Brito Chief Marketing Officer

    Marlon Brito é natural de Salvador, atualmente residindo em Curitiba e integrando a equipe da Missão Mobilização. É fundador da Ka Creative e Studio i9 e CMO na MOB Coworking, trabalhando com comunicação e mídia, além de atuar na área publicitária como designer, desenvolvedor web e fotógrafo. Acredita no discipulado das nações através das áreas de influência que moldam a sociedade. Formas de comunicação quando aplicadas em comunidades e nações são poderosas ferramentas de influência e servem pra moldar uma cultura ensinando valores e princípios de Reino. Tem o objetivo de ampliar essa Voz para ecoar através de espaço e tempo e preservar um entendimento saudável e duradouro de uma cosmovisão bíblica.

Contate-nos

Não estamos por perto no momento. Mas você pode nos enviar um e-mail e vamos retornar o mais breve possível .

Not readable? Change text.