As 4 Expressões da Redenção

 In Artigos, Vaera

C omeçamos a porção Vaerá com Deus falando a Moisés e reafirmando a sua Aliança com Abrãao, Isaque e Jacó e uma mensagem para os filhos de Israel que estavam escravizados. Nessa mensagem encontramos quatro expressões de um processo de redenção que podemos definir como quatro etapas de um resgate. A mensagem que Moisés deveria transmitir ao povo diz:

Eu os farei sair do egito,
salvarei da sua servidão,
irei redimí-los,
e os levarei como meu povo.

Primeira Expressão: Sair

Um poema de Fernando pessoa diz: “Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas que já tem a forma do nosso corpo. E esquecer os nossos caminhos que nos levam sempre aos mesmos lugares. É o tempo da travessia. E se não ousarmos fazê-la, teremos ficado para sempre à margem de nós mesmos”.

O que o Eterno fez com Abraão em Ur, volta a fazer com Israel no Egito. O significado de ambas as cidades é um lugar de aflição, pressão e dificuldades. Elas representam um paralelo da realidade do homem caído e as influências que contaminaram nossa natureza original. Sociedades se formam e produzem cultura a partir dessa natureza. Essa primeira expressão refere-se a remoção desse ambiente e das práticas que ele contêm.

Segunda Expressão: Salvar

A expressão “Eu vou salvar você!” se refere a ameaça da morte que afeta a nossa realidade escravizada pelo pecado que nos coloca em juízo sob um decreto de morte. Um paralelo dessa realidade era a sentença de morte as crinaças lançadas no Nilo. Nascidos sob um juízo já estavam separadas (pecado-separação) da vida no momento do seu nascimento.

Terceira Expressão: Redenção

Desde a eternidade Ele traçou um plano para restaurar seu propósito original e redimir a humanidade. A palavra redimir aqui tem o sentido de agir como um parente resgatador, reinvindicar a posse. Isso é tirar de um estado de escravidão e morte para um de liberdade e vida.

Quarta Expressão: Os levarei

A palavra para essa terceira expressão é “laqach”: comprar e trazer, casar, tomar como esposa, pegar pela mão e levar embora. O objetivo final é revelado aqui; Tomar pra si um povo e fazer deles uma nação onde Ele seria SENHOR.

Conclusão

Essas quatro expressões da ação redentora do Eterno eram apenas uma sombra da realidade do Mashiach, Yeshua (Jesus). Saímos de uma realidade que nos separa do Eterno (Pecado) e traz sobre nós um decreto de morte (juízo). Ele nos salva por meio do seu sangue no sacrfício do Calvário e nos dá a redenção por meio do resgate. Sendo um com Ele nos tornamos parte do que Ele é, aqui é estabelecida uma relação parental, um casamento e uma aliança. Por fim somos levados para o Seu reino e estabelecidos como uma nação de reis e sacerdotes que reinarão com Ele. Esse é o ato final da redenção, a restauração de todas as coisas e o cumprimento do propósito original. Quando nos unimos a Cristo não é apenas sobre o Deus que salva, mas sobre o Deus que é Senhor. Deixo de tentar salvar minhas coisas e passo a deixar Ele ser senhor de tudo que tenho para cumprir propósito. Israel foi feliz em se mover sob a salvação do Eterno saindo do Egito mas fracassou no deserto porque não conseguiu deixar o Eterno ser Senhor sobre todas as coisas.

  • Marlon Brito
    Marlon Brito Ministro

    Marlon é casado com Jessica  e integra a equipe ministerial da Missão Mobilização. É co-fundador da Mob Creative, agência de comunicação e inteligência de marketing. Também atua na área publicitária como designer, desenvolvedor web e fotógrafo. Desenvolve junto a Missão Mobilização palestras, cursos e treinamentos no desenvolvimento vocacional, identidade, comunicação e cultura do reino.

Contate-nos

Não estamos por perto no momento. Mas você pode nos enviar um e-mail e vamos retornar o mais breve possível .

Not readable? Change text. captcha txt