Introdução ao Estudo da Torá

Porque a Lei é Necessária

P ara visualizarmos a importância da lei, o senhorio e o mandamento, temos que voltar ao princípio de toda a existência, voltar ao princípio do amor, a substancia de todas as coisas. O poder que une todas as coisas. O amor é a essência relacional que tem capacidade de unir para sempre, dar forma a todas as coisas que vemos e sustentar para cumprir propósitos específicos. Essa é a base da estrutura do universo. Nada pode permanecer unido sem amor. É maior do que tudo que somos. É a prova da realidade de tudo que existe.

Toda a essência do universo relacional tem seu núcleo, em Elohin, Deus de pluralidade majestática. A essência da criação está na natureza do seu Criador, assim como a causa da criação está na essência daquele que cria. O amor é ação e essência. Deus criou por amor, para amar, expressar seu amor se relacionando com sua criação. O amor é a essência que une para cumprir causa e propósito.

O amor de Deus é pactual, promove uma estrutura de unidade indivisível, relacional e glorificante. Seu amor se manifesta de forma pactual, é sua maneira de amar, sendo um com o amado, ama se relacionando comprometidamente. Porque Deus faz alianças? Por causa da sua natureza pactual. O pacto existe por causa do seu amor e tem sua diamina estrutural na provisão, proteção e posição. Assim como o amor exige o pacto, o pacto para existir exige esses termos de direitos e deveres que regulamentam o pacto. O pacto exige uma legislação. A lei é necessária para sustentar o pacto, que existe por causa da forma de Deus amar.

João fala que o amor é andar segundo os mandamentos, e o mandamento ouvido desde o princípio é que andemos nesse amor. O mandamento existe por causa do amor, e o amor é provado no compromisso com o mandamento . Estamos diante de uma estrutura governamental relacional. Os mandamentos não existem isoladamente. O amor, o pacto e a lei estão totalmente relacionados.

Assim como o amor exige o pacto, o pacto para existir exige esses termos de direitos e deveres que regulamentam o pacto. O pacto exige uma legislação. A lei é necessária para sustentar o pacto, que existe por causa da forma de Deus amar.

Amar ao próximo é uma demonstração maior de amor a Deus. Os três amores – amor a Deus, amor à Torá e amor ao próximo – são um só. Não se pode diferenciar entre eles, pois são de uma única essência. E como são de uma só essência, cada um incorpora todos os três . O maior mandamento é Amar de todo coração, alma, entendimento e força e ao próximo como a nós mesmos. Amar fala de Totalidade e exclusividade. Esse amor acontece quando Deus é Tudo e Único.

No Monte Sinai, o Eterno entregou a תרה Torah que significa: direção, instrução, orientação, ensino, códigos de lei. Transmitida de geração em geração, até hoje, se divide em cinco livros divididos em 54 porções com instruções dadas pelo próprio Criador do Universo, roteiro completo de como devemos agir. São 613 mandamentos (30% relacionado ao Templo), 248 Mandamentos Positivos (O que farás), 365 Negativos (Não farás).

Esses primeiros cinco livros além de contém os mandamentos e leis que teriam sido dadas a Moisés para que entregasse e ensinasse ao povo de Israel, constituem o texto central de ensino e revelação sobre a criação do mundo, da origem da humanidade, da promessa de uma nova descendência a Abraão e seus filhos, a libertação dos filhos de Israel do Egito e sua peregrinação de quarenta anos até a terra prometida.

Os ensinos do Eterno não estão sujeitos a lógica sistemática, porque a palavra Torá é viva e apta para discernir os intentos mais profundos do coração humano. Paulo ao referir-se a escritura, está falando da torá atribui a ela ser inspirada por Deus e apta para ensinar, corrigir e educar na justiça. Por viva é dinâmica de revelação progressiva. As palavras são servas do Eterno e não o revelador servo das palavras, aqueles que o temem podem ver além das palavras.

Dentro do lugar chamado vontade de Deus, a partir da dinâmica do amor pactual a obediência tem seu fluxo natural. Amar é guardar, ouvir, obedecer. A obediência traz pertencimento. A quem nos oferecemos como servos pertencemos.

Davi amava clama por um desvendamento dos olhos para ver as maravilhas da sua lei . Torá é a codificação de uma revelação divina que possibilita aos que o temem revelação, desvendamento das maravilhas dos seus ensinos. Revelação é a remoção da nossa limitação natural e humana, para que, através de entendimento espiritual possamos conhecer e entender verdades de Deus antes ocultas . Ao descobrir os Ensinos do Eterno, vemos o mundo de forma diferente, uma fonte de inspiração permanente para uma vida mais significativa.
Segundo Maimônides, o amor pelo conhecimento de Deus e o temor pelo cumprimento da vontade de Deus, são elementos indivisíveis. Amor pela existência de Deus e temor pelas verdades da lei resultam em obediência. Aquele que não ama não conhece. Quem ama guarda os mandamentos. Revelamos nosso amor através do comprometimento total da vida. Porque é assim que Deus ama.

Obedecer tanto no hebraico como no grego significam ouvir atentamente, considerar, prestar atenção. Não há esforço. Dentro do lugar chamado vontade de Deus, a partir da dinâmica do amor pactual a obediência tem seu fluxo natural. Amar é guardar, ouvir, obedecer. A obediência traz pertencimento. A quem nos oferecemos como servos pertencemos . Yeshua fala aos discípulos da relação entre o amor, a obediência. Aqueles que amam, ouvem, guardam e permanecem no seu amor . A obediência fala daqueles que estão em fluxo de amor, confiança, conhecimento e direito.

untitled-2
  • Anderson Bomfim
    Anderson Bomfim Pastor

    Anderson Bomfim natural do Estado de São Paulo, casado com Andréa Bomfim, pais da Giovanna, Olívia e Pietra Bomfim, residentes colaboradores de um presbitério local na cidade de Curitiba-PR. Fundadores da Missão Mobilização e Co-fundadores do CEIFAR-MG (Centro integrado de Formação e aperfeiçoamento para a Restauração). Desde 1999 tem procurado servir mobilizando e aperfeiçoando através de escolas modulares, conferencias e discipulado, cooperando junto com outras expressões ministeriais sobre a palavra de serem um, atuando em várias localidades com o mesmo propósito de Reino

Contate-nos

Não estamos por perto no momento. Mas você pode nos enviar um e-mail e vamos retornar o mais breve possível .

Não pode ser lido? Mude o texto. captcha txt
0